O Colégio não tem vínculo empregatício com os motoristas e nem exerce controle sobre as taxas cobradas, que deverão ser consultadas particularmente. 

Todavia, sendo o transporte prestado por profissional autônomo, cabe aos pais e responsáveis verificar se todas as regras legais estão sendo seguidas pelo fornecedor do serviço.

Assim, além das exigências contidas no Código Nacional de Trânsito e legislação Municipal, alguns detalhes que denotam se o transporte está sendo feito de forma correta e segura, podem ser verificados de forma direta pelos pais e responsáveis, como o credenciamento no Detran (Departamento Estadual de Trânsito) local do motorista e do veículo, que deve estar afixado em local visível.

É possível também verificar se a lotação do veículo está sendo respeitada e a validade da carteira do motorista, além de anotar o nome, CPF, RG, endereço e telefone do mesmo. 

Como também verificar se é sempre o mesmo motorista e monitor que estão presentes no dia a dia do transporte escolar dos seus filhos.

Portanto, antes de ser assinado o contrato com o prestador do serviço de transporte escolar, os pais devem verificar o cumprimento de todas as exigências legais.