Delegue tarefas em casa

O que dizem os especialistas: Guardar os brinquedos, fazer a própria cama, ajudar a pôr e tirar a mesa das refeições, enrolar os brigadeiros da festa... São muitas as possibilidades de uma criança pequena participar das atividades da casa. Com a idade, as tarefas podem ficar mais complexas. "É possível ensinar tudo de um jeito lúdico e criativo", sugere Ceres Araújo, para quem a prática desenvolve a autonomia e combate o egoísmo. "A criança percebe que ela tem um papel, que aquilo que faz pode beneficiar a todos. Isso é valioso para o presente e o futuro, mas geralmente as mães brasileiras poupam os filhos." Aqui, o hábito de contratar empregadas domésticas dificultou ou adiou a colaboração dos pequenos em casa. Mas essa é uma tendência em declínio, e o estímulo das competências tende a crescer. Cabe aos pais educar os pequenos para desenvolver essa inteligência doméstica. 
O que dizem os pais: "Aos 9 anos, Sophia participa de tudo em casa, pois tenho marido e três filhos, e a faxineira vem apenas uma vez por semana. Todos colaboram", explica a fotógrafa Zaida Siqueira, de São Paulo, mãe também de Matteo, 17, e Giulia, 18. A caçula, além de cumprir tarefas básicas - como colocar a louça que usa na máquina de lavar, arrumar sua cama e seus pertences -, sabe recolher roupa do varal e promete na cozinha. Prepara chá, ovos mexidos, panquecas de aveia e até arroz integral. "Aprendeu comigo, e agora já deixo ligar o forno para fazer torradas e bolo. Meus filhos maiores também cozinham. Gosto bastante de gastronomia. Nas férias, costumo oferecer oficinas de massas em casa."